Por que eu surfo?

Não importa o lugar em que você esteja, nunca deixe de surfar…

“O Surf não é um estilo de vida, é a vida, onde o estilo é apenas uma opção” (Dana Brown).

“Uma vez que você tiver areia entre seus dedos, você nunca mais se esquecerá da praia. E uma vez que o Surf te picar, se for picado por isso, você nunca mais escapará” (Rabbit Kekai).

“As ondas são esse tipo de força unificadora do universo. Existem ondas de luz, ondas sonoras, e as ondas do oceano são a única forma que está em uma escala humana. Elas se movem a uma velocidade equivalente a nossa corrida. Elas estão nesse belíssimo meio, no oceano” (Steve Halk).

“Tudo o que precisa, sabe, é uma onda – nem isso. Uma curva! Sabe, apenas um momento que faz a sua cabeça, para ter outro momento. E nunca acaba” (Gerry Lopez).

“É uma tribo de pessoas ao redor do mundo que se alimentam dessa energia” (Rob Machado).

“Não faz parte desse mundo. Você está pisando no líquido! Voce está pisando fora do chão concreto e em um elemento, e isso está sempre mudando e movendo-se, girando ao seu redor. E você se sente bem” (Rochelle Ballard).”

Essas frases e nomes estão no filme Step Into Liquid, de Dana Brown, e falam bastante sobre o sentimento gerado pelo Surf.

São por esses motivos que nunca podemos parar de surfar, onde quer que seja. Não importa o tamanho das ondas, a temperatura da água, a freqüência que vamos para a praia, ou a qualidade de sua prancha. O Surf nos transporta a uma outra realidade, onde todos são iguais, e pelo menos eu, sempre “saio do mar bem melhor do que quando entrei”. Esse sentimento fica comigo por um bom tempo, e é transferido para todas as pessoas que estão próximas de mim, minha namorada, meus irmãos, amigos. Logo, o Surf melhora a minha vida e das pessoas à minha volta, tornando minha vida mais feliz, me trazendo mais perto de Deus. Não o Deus católico, evangélico, espírita, judáico, islâmico, espírita, crente, protestante…, e sim o verdadeiro Deus, que não faz distinção entre os homens, e não escolhe a quem amar, simplesmente ama, tudo e todos.

No mar, todos somos um, e buscamos o mesmo sentimento, a mesma paz interior, o mesmo sorriso. Corpo, mente e alma, tornam-se um só.

Por isso, nunca pare de surfar. Continue surfando. Keep surfing…

… keep surfing. Yes, WE SURF.

Renato Ferrari

2 Responses to “Por que eu surfo?”


  1. 1 surf4ever novembro 7, 2008 às 12:27 pm

    Renato,
    Tá retribuído o link lá.
    Bem-vindo à “blogosfera surfeira” ou seja lá como se denomina isso!
    “Por isso, nunca pare de surfar. Continue surfando. Keep surfing…”, já ouvi isso antes! hehehe! É isso aí, o feeling é o mesmo para todos os que o sentem, e tu já havia me demonstrado que tens ele ao fazer contato já lá no começo do Surf4ever.
    O desafio agora é continuar o blog também, pois começar é fácil, mas mantê-lo não é. Experiência própria. Na minha situação, uma coisa puxa a outra, o Surf incentiva o blog e o blog incentiva o Surf.
    Vida longa ao We Surf!
    Abração,

    Gustavo

    P.S – Ótima escolha de template, o k2 é show, eu nunca quis trocá-lo apesar da tentação das muitas opções da WP.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: