Posts Tagged '2009'

Moda surf para este verão

Galera, quem quer estar na moda neste verão, ficar descolado, com o que há de mais cool de visual surf, está aí a dica.

É só escolher o seu visual e apavorar nas praias.

Para quem curte um estilo retrô, mais despojado:

Estilo retrô

Ou então um estilo mais alternativo e descontraído, como o Rob:

Rob Machado

Rob Machado

Uma sunga que vai estar super hiper ultra fashion power nesta temporada é essa (também um pouquinho retrô):

sunga style

E para ficar bem no natal:

Surf Noel

Quem se arrisaca a dar um tapa no visual? Eu estou pensando ainda…

Aloha!

Anúncios

Festivalma 2009

Galera,

só uma mensagem: quem foi, foi. Showzasso do Jake Shimabukuro e do The Beautiful Girls, muita arte, telas, esculturas, filmes, fotos. Muita cultura surf.

O que acho mais interessante neste evento é que, quando estamos na “vida real” (se é que esta é a real), no trabalho, ninguém conhece as bandas, os artistas. Aí você chega no evento, assiste o show de uma banda que quase ninguém do trabalho, da faculdade, conhece, e  está todo mundo cantando, todo mundo conhece as músicas, muita gente conhecem os trabalhos expostos, as fotos…

Isso é estar em casa, estar no seu mundo, e descobrir que há outros como você, que se achava diferente do mundo. Isso é sintonia, sinergia. O surf é isso, uma linguagem única, que o africano, o brasileiro, o australiano, o indonésio, o peruano, o californiano, etc, entendem, mesmo falando outras línguas.

Um residual para quem perdeu, logo abaixo. Vídeo que achei no youtube do The Beautiful Girls:

Algumas fotos dos dois shows e da arte:

Esta separei da galeria pois merece destaque. Olha a felicidade estampada no rosto e a sintonia com o ambiente:

Sinergia

Com certeza, quando minha filha nascer (em algum dia sei que terei uma filha), vou lembrar desta foto.

Agora só no ano que vem…

Aloha!

Festivalma 2009: algumas atrações

Caros leitores, um consolidado das atrações que considero mais importantes no Festivalma 2009:

A Fly In The Champagne: Kelly Slater e Andy Irons surfando juntos, sem a lycra de competição… muito bom:

One Track Mind: mais uma produção fantástica dos irmãos Malloy, show de imagens, como sempre:

The Present: esse é outro classico do Thomas Campbell. Dispensa comentários (só um, vai – olha a primeira onda deste trailer…):

Jake Shimabukuro: como já apontei anteriormente, é um havaiano que destrói, no bom sentido, o ukelele. Assistam mais esse, todo dedilhado:

The Beautiful Girls: esse vale colocar dois clipes, das antigas, o primeiro, pela letra, que é animal (Freedom – vale muito ouvir esta música durante alguns dias antes de dormir e ao acordar), e o segundo, pelo ritmo:

Clark Little: fotógrafo insano que bate umas fotos no inside. Mas é bem no inside mesmo. Beeem mesmo. Dá uma checada:

Foras estes grandes ícones, que agregam muito ao surf nosso de cada dia, vai ter muita coisa boa: Marcelo D2, Tommy Guerrero, Yusuke Hanai, Thomas Campbell (também com as pinturas, além dos filmes), Kelly Slater… E por aí vai.

Nos vemos lá!

http://www.festivalma.com.br

Aloha, porque surf é amor!

Jake Shimabukuro e Kelly Slater no FestivAlma 2009?

FestivAlma 2009

Nota oficial do FestivAlma 2009:

“…Em sua sexta edição, o FestivAlma Surf acontece de 2 a 4 de julho, no pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. O festival terá este ano atrações imperdíveis como a banda australiana The Beautiful Girls, o californiano Tommy Guerrero, o havaiano Jake Shimabukuro e o rapper Marcelo D2. No dia 2 de julho é esperada uma jam session entre Jake Shimabukuro e Kelly Slater, o mais famoso fã do havaiano…“.

Para quem não conhece, o Jake Shimabukuro é um músico havaiano, que toca diversos instrumentos de corda desde cedo, sendo que a grande pegada é o Ukelele. Há quem fale muito bem do cara: Donavon F., Jack Johnson, Rob Machado, e por aí vai.

Um vídeo dele ficou famoso em 2007, onde ele toca sozinho um som bem conhecido (para quem gosta de música). É um pouco longo para quem está só de passagem, mas mande o link para seu e-mail pessoal e assista com calma quando der, que vale muito a pena:

Agora imagine o Jake mais o Kelly Slater tocando juntos. Não pela parte prática da música, de os dois tocando altos solos no Ukelele, mas pelo momento, pela técnica de um na música e pelo espírito do outro no surf. Momentos raros que valem ser presenciados. Com certeza surf e música é um ótimo casamento, ainda mais quando falamos do ápice nas duas pontas – Ukelele e Surf com quem entende.

Eu vou, com certeza, e depois conto para vocês no que deu. Mas ainda assim defendo: ao vivo é diferente, quem puder, vá também.

Para conhecer mais:

http://www.myspace.com/officialjakeshimabukuro

http://www.jakeshimabukuro.com/

http://www.festivalma.com.br

Aloha, “surfmúsicos”!

Andy & Slater: rivalidade?

Slater e Andy Irons. Esses dois nomes sempre é um sinal de rivalidade para qualquer um que acompanhe os campeonatos disputados por eles.

Na minha opinião, se essa rivalidade existe ou existiu, provavelmente foi plantada pelos patrocinadores, que são grandes rivais na indústria.

Enfim, agora em março será lançado um filme com Slater e Andy juntos em uma trip à Indonésia. Não sei se é mais uma jogada dos patrocinadores, porém, nos últimos anos, em alguns sites gringos, eu cheguei a ver diversas fotos dos dois juntos, em momentos de descontração total, e até surfando juntos.

Acho que o filme será interessante. Afinal, surf é união, amizade.

A Fly in the Champagne será lançado no dia 15 de março nos EUA. Assistam o trailer:

Vamos esperar para ver quando sai no Brasil…

Aloha!

ps.: dá para assistir o trailer em melhor qualidade no blog do MaiNe!

Atualizando: no Surfline.com há um trailer com outras imagens muito boas também, vale conferir:

http://www.surfline.com/video/trailers/fly-in-the-champagne-teaser-2_22272

V Santos Surf Festival 2009: algumas fotos

Caros leitores, como alguns sabem, consegui acompanhar o evento no domingo, onde pude encontrar alguns amigos, como o Mauricio Belchior e Felipe (Siebert Surfboards), e conhecer o novo parque no Quebra-Mar, além da exposição de pranchas e surfart, premiação dos campeonatos, tentativa de quebra de recorde… e por aí vai.

Foi uma iniciativa muito boa dos responsáveis por este marco: Pardhal, Jair, Picuruta, Homero, prefeitura e governo, entre outros que colaboraram e que não tenho os nomes, desde o cara que apertou os parafusos do novo deck ao cara que pintou a kombi, todos tem seu sentimento alí, e afirmo que ficou maravilhoso!

Vejam algumas fotos do evento:

Aloha!

(ps.: desculpem a demora na postagem, estive numa baita correria nestas duas últimas semanas, fora os problemas no meu computador… agora está tudo normalizado, 100% na ativa)

Mormaii Neocycle: sustentabilidade

Aqui no Brasil, infelizmente, não há muitas indústrias da surfwear que se preocupam com o meio ambiente e sustentabilidade, apenas algumas poucas e boas. O que vejo é uma ou outra OGN fazendo alguma ação aqui ou alí, sempre localmente, até por falta de apoio e verba, o que é compreensível no mundo em que vivemos.

Há algum tempo a Billabong e Element, ambas do grupo GSM, começaram a desenvolver uma pequena parte de seus produtos a partir de matéria-prima sustentável, como algodão orgânico (camisetas Element), que não utiliza insumos químicos na produção, e uma bermuda feita de PET reciclado (Billabong). Porém, foram desenvolvidos no exterior e não houve nenhuma ação aqui no Brasil para divulgar isso, apenas um ou outro anúncio.

Eu particularmente acredito que as marcas mais próximas do surf (as que fabricam muito mais produtos voltado para a prática do surf do que para a moda) deveriam aumentar o uso de materiais reciclados, além de divulgar e realizar ações que incentivem a sustentabilidade. Afinal, o surf está 100% ligado à natureza, dependemos disso para nossos momentos de alegria, de felicidade, de satisfação e evolução espiritual (para mim, isso é o surf), e nada melhor e mais justo do que fazer algo para ajudar a salvar a degradação ambiental.

A Siebert Surfboards faz pranchas de madeira, que apesar de serem literalmente de “árvores”, é um material biodegradável que reduz absurdamente o impacto ambiental causado por uma prancha comum (madeira é 100% boidegradável), além de ser muito mais durável. Uma sacada animaldo Felipe (shaper). É apenas uma das milhares de fábricas de pranchas, mas já é um movimento (valeu Felipe!).

Recentemente descobri também, em alguns anúncios e comentários no WE SURF!, uma iniciativa muito boa para o segmento de surf, feita pela Mormaii, que é 100% brasileira e conhecida no mundo todo… Os caras estão a mais de 30 anos no mercado fabricando roupas de neoprene, não só para o surf mas para tudo que é esporte na água, e agora inovaram ao começar a fabricação de chinelos e sandálias de neoprene reciclado, a Mormaii Neocycle. As sandálias são fabricadas a partir do neoprene velho, aquele que iria para o lixo comum e que já surfou uma penca de lugares, além de retalhos que seriam descartados. Para quem não sabe, neoprene vem do petróleo, ou seja, polui, e muito, e reciclar derivados de petróleo sempre é a melhor opção do que descartar.

Vejam o comercial das sandálias:

Além de fabricar e comercializar, a Mormaii também está incentivando a reciclagem em uma ação bem bacana: se você comprar uma roupa de neoprene nova nas lojas da Mormaii e deixar o seu antigo john para reciclar, ganha um kit Mormaii Neocycle com camiseta, toalha, saco ecológico, chaveiro e chinelo da marca. Ou seja, os caras estão investindo para produzir cada vez mais produtos reciclados. Isso movimenta o mercado para que outras empresas do segmento sigam o exemplo.

Mormaii NeocycleE tem mais, no meio deste mês entrou no ar uma promoção para divulgar as sandálias: três surfistas vão surfar de sandálias Neocycle e os vídeos desta parada serão colocados no site do produto. O surfista que receber mais votos e a pessoa que direcionou mais votos para este surfista ganham uma viagem para o Peru, além de vários produtos da Mormaii. Quem quiser participar, é só entrar no site da Mormaii Neocycle. Eu já estou por lá…

Vale conferir:

Esse tipo de ação promocional é histórica, eu particularmente não lembro de uma marca 100% brasileira (até as gringas mesmo) que tenha feito uma ação deste porte, com um prêmio bom, e que ainda estivesse ligada à preservação ambiental e à sustentabilidade (que por conceito é bem mais do que preservar a natureza).

Fica aí a dica. Vamos tentar um mundo mais limpo, e consumir produtos mais limpos quando houver a opção.

Aloha, soul surfers!