Posts Tagged 'e-board'

John Butler Trio no Festivalma 2010

E mais um Festivalma se acaba… agora só no ano que vem. Não consegui ir no último dia de Festivalma, mas achedito que os dois anteriores já tenham valido, e muito.

Na sexta-feira, John Butler Trio tocou, e foi simplesmente animal. Na minha opinião, arrisco dizer que o show foi mais impressionante do que o do The Beautiful Girls, do ano passado. O John Butler tocou muito. Para quem toca violão, vale dar uma conferida nos vídeos dos caras no Youtube. Sensacional.

E o melhor: é ótimo estar em um lugar onde pessoas conhecem a banda, as músicas, cantam juntas, empolgadas, felizes por ouvir uma banda muito boa, que posso afirmar que boa parte das “pessoas normais”, que não vivem neste universo, possam se quer imaginar que esta banda exista. Isso é o tal espírito do surf, que une pessoas que não se conhecem, mas que curtem a mesma coisa.

Neste Festivalma pude encontrar velhos amigos, e colegas deste mesmo universo, como o Felipe. Bati um papo rápido com o Jon Swift (da Melali Band), que estava passeando pela Bienal, falando sobre suas músicas, que foram trilhas de divesos filmes de surf mais recentes… Pude conhecer também novos amantes do surf, como o Daniel Aranha, que está fazendo um trabalho animal na parte de insumos ecologicamente corretos para fabricação de pranchas (blocos, resinas, quilhas…), que renderão bons posts durante este mês…

Para quem perdeu e quiser saber como foi, talvez algumas fotos possam ajudar, mas nada como estar lá:

Agora vamos esperar mais um ano para ver o que teremos, já que infelizmente não temos no Brasil grandes eventos, encontros, em que é possível reunir a cultura surf de uma forma agradável, com pessoas agradáveis, grandes nomes deste mundo, e o mais importante, as pessoas que tornam o surf melhor, os praticantes e fabricantes desta cultura.

Aloha!

Anúncios

Prancha ecológica – e-board

Para quem não conhece, foi lançada esses dias na ASR, um grande evento de surf e skate na Califórnia, a e-board, uma prancha 100% ecológica. Quem idealizou o projeto foi o shaper Daniel Aranha, da SurfWorks.

Não vou me estender muito, porque nestes sites vocês encontram mais informação sobre a iniciativa:

http://www.eboards.com.br/

http://www.eboards.blogspot.com/

http://www.eboards.blogspot.com/

A iniciativa é uma parceria so shaper com o Instituto-e, com a Osklen, utiliza materiais muito bons e 100% relacionados com a preservação: ou materiais recicláveis ou biodegradáveis, sem contar a neutralização de carbono dos processos de produção da prancha.

Na minha análise…:

Prós – até que enfim o surf está caminhando para a ecologia, e esta prancha já sai com tudo isso “de fábrica”. O shaper também é engenheiro de materiais, o que comprova que o estudo traz sim mais benefícios aos shapers. O Daniel aplicou este conhecimento acadêmico na fabricação de suas pranchas, o que com certeza evolui o esporte, evolui o mercado, evoluem os materiais, e evolui o surf. Além de ser ecológica, dura mais também, pois é bem mais resistente, segundo o shaper. A prancha também é esclusividade da Osklen (e-boards), ou seja, a parceria é com uma marca boa, de credibilidade, estilo, qualidade em produtos, engajamento ambiental… A prancha está em boas mãos, resumindo.

Contras – o preço é consideravelmente mais alto em comparação às pranchas regulares. Está certo que a prancha dura mais, mas o mercado não considera isso na hora de comprar uma prancha, o que pode prejudicar. Os surfistas também não sabem o que é “durar” uma prancha, já que diferentes fatores interferem nisso (vezes que surfa por mês, quantidade de ondas que surfa na água, nível do surfista, cuidado que o cabra tem com a prancha…). Não sei o motivo de ser mais cara do que a regular, mas acredito que seja uma união de fatores: novos materiais que devem ser mais caros, novidade de mercado, parceria com a Osklen (que é muito boa, mas todos seus produtos tem um posicionamento de preço mais elevado).

De qualquer forma, já é um movimento. E como toda a revolução do mundo, sempre surge de um para contagiar a todos, e aí surge um movimento novo. Vamos ver no que vai dar!

Algumas fotos do lançamento lá na Califórnia:

e-board

e-board

e-board

Aloha, meus amigos!