Posts Tagged 'musica de surf'

Ukelele, de uma forma diferente: Eddie Vedder

Tudo bem que já não é mais novidade, apesar de ter sido lançado neste ano, há poucas semanas, a notícia já não é nova.

Mas como toda boa música, não tem hora para ser falada, lembrada, ouvida. O que é bom vira clássico, e o que é clássico entra para a história, e o que é história fica registrado no eterno, na alma.

Confesso que Pearl Jam sempre esteve nas minhas caixas de som, fones, som do carro, e que o CD Into The Wild (trilha do filme de mesmo nome), do Eddie Vedder, é um dos que mais escuto atualmente. Não só pela qualidade sonora, mas as letras são sensacionais, perfeitas, poéticas, e me fazem lembrar da essência do filme, que é paralela à essência do surf, da simplicidade, do básico, do que realmente tem valor na vida.

E aí descobri, através de minhas navegadas à toa pela música na internet, que o Eddie Vedder lançaria um CD só no ukulele, ou ukelele. Depois de ler, fiquei bem curioso, mas logo me esqueci… Aí o portal da Alma Surf publicou a algumas semanas que o CD logo mais seria lançado, e minha curiosidade ressurgiu. Conclusão: comprei o CD a poucos dias e não consigo parar de ouvir. Concordo que sou meio “dinossauro”, meio repetitivo quando o assunto é música, e fico ouvindo por um bom tempo a mesma coisa, mas o CD é realmente excepcional.

Não é um CD de musiquinhas havaianas, em versões no ukulele, animadinhas para trilha de filmes com dançarinas de hula-hula. Nada contra, pois também gosto disso. É que esse é diferente. O Eddie Vedder foi sensacional ao criar músicas em um instrumento extremamente simples, pequeno, unindo a característica do instrumento ao seu estilo musical, à sua voz. Tem músicas animadas, calmas, com letras que estimulam o cérebro.

Resumindo, vale a pena, e todos que gostam de boa música devem escutar e tirar suas conclusões. Não tenho dúvida que satisfará a maioria do crowd.

Uma delas para quem estiver curioso:

Escolhia Longing to Belong para postar aqui pois as imagens do clip são simples, e boas. A letra é romântica, mas com a criatividade do Eddie Vedder, são frases poéticas, analogias simples. Dá para assistir umas quatro vezes sem se cansar.

Fica a dica…

Aloha.

Anúncios

Bob Marley: manifesto consciente

Sim, Bob Marley é o pai do reggae. Pode não ter sido o primeiro, e não é o único regueiro bom que existe, mas é o pai do reggae por como ele conduziu a coisa toda, transformando sua mensagem em mantras eternos, assim como grandes ícones da humanidade.

Agora eu tenho um manifesto. Consciente e que considero justo. Assim como defendo que é uma tremenda ignorância, estupidez e burrice achar que todo surfista é maconheiro, defendo que é tremenda ignorância, estupidez e burrice gostar de Bob Marley só porque é maconheiro e o Bob também fumava. Tremenda burrice… Acredito que isso aconteça pois boa parte das pessoas não sabem da real história de Bob Marley, não conhecem sua luta, sua vida, e todo o movimento de indignação que ele fez surgir em um país pobre, com um governo explorador e falido. Foi um guerreiro que usou a música, a filosofia e a paz para transmitir sua mensagem.

E sua filosofia pregava a igualdade, a paz, o amor, e o uso da maconha estava inserido em sua filosofia (ou religião?), era apenas uma parte dela. O problema é que tem muita gente que usa essas pulserinhas verde, amarelo e vermelho, que usa estas camisetas com uma foto do Bob e uma folhona de maconha, e claro, fumam maconha, denegrindo a imagem do cara, transformando um grande mestre, filósofo e músico em um simples negro de dreads defensor do uso da maconha. Pura burrice dos dois lados, de quem faz isso e de quem acredita nisso.

É a mesma coisa no surf. Muito surfista é maconheiro, e muito maconheiro é surfista. Assim como muito estilista de moda é gay, muito policial é corrupto, muito funcionário público trabalha menos do que deveria, muito pagode não presta… A lista é grande. Agora generalizar um grupo por causa da maioria é burrice, como todo preconceito.

Não sou contra o uso da maconha, e nem de nenhuma bebida, droga, vício. Sou contra a falta de consciência. Tudo na vida tem um resultado. Tenha consciência do resultado que terá ao fazer qualquer coisa. Livre arbítrio existe e é um direito de qualquer ser vivo.

Está é a mensagem que deixo nestes 30 anos sem Bob Marley. Consciência na análise e julgamento de tudo. E uma mensagem de Bob, que acho fantástica e que resume parte de sua filosofia e luta:

Até que a filosofia que sustenta uma raça
Superior e outra inferior,
Seja finalmente e permanentemente desacreditada e abandonada
Havera guerra, eu digo guerra.
Curtam aí:
E para quem curte um reggae com um ritmo semelhante ao Bob, algumas dicas abaixo. Concordo, é difícil atingir o grande mestra, mas tem coisa boa na mesma linha. Confiram…:
The Aggrolites, uma banda de L.A. se não me engano, com um reggae bem animado, alegre, pra cima:
Ben Harper. Esse dispensa comentários, músico multi ritmos, que acerta o ritmo que quer fazer sempre. A mensagem deste reggae também chega muito perto do que Bob defendia:
Bob, descanse em paz, longe dos julgamentos errados que fazem de sua história.
Bob Marley, por Vincent A., extraída da página oficial do Bob Marley no Facebook.
Aloha.

John Butler Trio no Festivalma 2010

Se você ainda está em dúvidas se vai ou não no Festivalma 2010, se vale a pena o desembolso, dá uma olhada neste videozinho do John Butler Trio, que eu particularmente não tenho palavras para descrever algumas músicas…

Não preste atenção só na melodia. Olhe as mãos, olhe a expressão no rosto do cara, as marcas do tempo no violão, a concentração. Depois disso, escute inteira com os olhos fechados. É viagem na certa, paz na alma, no coração, conectados à alma do surf. Sem palavras mais…:

E quem quiser tentar a sorte, vai pro twitter do Festivalma que todos os dias os caras sorteiam ingressos:

http://twitter.com/festivalma

Aloha, meus velhos…